Notícias

Em solenidade, nova diretoria da Auditar toma posse

Autoridades do órgão e da sociedade estiveram presentes no evento
Auditar
08 de maio de 2019 às 15:58

Membros da nova diretoria: Carlos Henrique Caldeira, Marcos Valério, Wederson Moreira, Eduardo Rodovalho, Roberto Correa e André Torres.


Na última terça-feira (7/5), ocorreu a cerimônia de posse da nova Diretoria e do Conselho Fiscal da Auditar, que serão responsáveis pela entidade no biênio 2019-2021. Na solenidade, o presidente anterior da associação, Eduardo Rodovalho, transferiu a função para o presidente eleito, Wederson Moreira. Compondo a mesa, também estiveram presentes o presidente do TCU, o Exmo. Ministro José Múcio Monteiro e a Exma. Procuradora-Geral Dra. Cristina Machado, que desejaram sucesso à nova gestão. Dra. Cristina também destacou a importância da associação na defesa dos direitos dos servidores em momentos difíceis.

Compuseram a mesa Dra Cristina Machado, Min. José Múcio Monteiro, Wederson Moreira e Eduardo Rodovalho.

Também marcaram presença no evento as seguintes autoridades do TCU: Exmos. Ministro Augusto Nardes, Ministro-Substituto André Luis, Ministro-Substituto Marcos Bemquerer, Procurador Dr. Júlio Marcelo e Procurador Dr. Sérgio Caribé. A solenidade também contou com a presença do Desembargador Eleitoral Erick Endrillo, o presidente da OAB-DF Dr. Délio Lins, Luis Angoti, membro do conselho fiscal da Funpresp, Thiago Araújo, membro do conselho deliberativo da Funpresp e o Dr. Juliano Costa Couto, presidente da OAB-DF na gestão anterior. Além deles, também prestigiaram a nova diretoria os dirigentes do Sindilegis, Petrus Elesbão, e do Fonacate, Rudinei Marques.

Novo presidente da Auditar, Wederson Moreira

Após os integrantes da diretoria assinarem o termo de posse, o presidente eleito encerrou a cerimônia, agradeceu a todos os associados, além da presença e apoio das autoridades e dos dirigentes das entidades presentes.  Para Moreira, que já esteve à frente da Auditar no biênio 2007-2009, o objetivo da entidade para os próximos dois anos é divulgar à sociedade os trabalhos do controle externo e fortalecer o controle social. Em discurso, o presidente destacou: "Uma nova previdência deve ter um modelo justo, adequado e sustentável. É importante lembrar que somos mais de 200 milhões e que qualquer erro pode ser catastrófico por décadas, afetando milhares de brasileiros e inúmeras gerações."

Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2019
Total de visitas: 4.583.322 (Desde 06/2010)