Notícias

TCU apura crédito para amiga de Bendine

Alvos da Polícia Federal, empréstimos de R$ 3 mi à socialite Val Marchiori serão revistos por Tribunal de Contas da União.
Dimmi Amora | FOLHA DE SÃO PAULO
09 de fevereiro de 2015 às 09:53

O TCU (Tribunal de Contas da União) abriu dois procedimentos para apurar empréstimos de bancos públicos para a empresa da apresentadora de TV Val Marchiori.



Conforme a Folha mostrou, o Banco do Brasil contrariou normas internas e ajudou a apresentadora a conseguir um empréstimo subsidiado no final de 2013.



A socialite é amiga do ex-presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, que foi nomeado presidente da Petrobras na semana passada.



Além do TCU, o Ministério Público Federal também investiga a operação, após ter determinado à Polícia Federal a instauração de inquérito para averiguar a concessão do empréstimo.



Papéis internos do Banco do Brasil revelam que a instituição primeiro aprovou limite de crédito de R$ 3 milhões para a apresentadora e, depois, a instruiu para elaborar uma série de documentos sem os quais ela não teria o financiamento aprovado pelo BNDES.



Após a publicação da reportagem da Folha no ano passado, o procurador Júlio Marcelo de Oliveira, que atua com o TCU, pediu a abertura de um procedimento de investigação sobre a operação.



Além disso, o tribunal também solicitou, em outro processo, informações a outras instituições bancárias sobre concessões de crédito para a empresa de Marchiori, a Torke Empreendimentos e Participações LTDA.



O relator da ação, ministro José Múcio Monteiro, encaminhou o pedido do procurador para que o órgão técnico do TCU em São Paulo analise se há indícios de irregularidades. Os profissionais pediram informações ao Banco do Brasil e as estão avaliando. Por enquanto, não há uma decisão sobre o caso.



Caso sejam detectadas irregularidades nas operações, o TCU iniciará um procedimento para responsabilizar os gestores que concederam o crédito --eles podem receber multa e ser obrigados a ressarcir os cofres públicos em caso de prejuízo.



OUTRO LADO


À época em que a Folha revelou o empréstimo para Val Marchiori, o Banco do Brasil afirmou, por meio de sua assessoria, que a operação de crédito concedida à Torke Empreendimentos, empresa pela qual a socialite obteve o empréstimo, seguiu devidamente as normas do banco.


Leia mais em:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/02/1587084-tcu-tambem-investiga-emprestimos-a-empresa-de-val-marchiori.shtml


Entenda melhor o caso:

http://auditar.org.br/web/?h_pg=noticias&bin=read&id=1767

http://auditar.org.br/web/?h_pg=noticias&bin=read&id=1802

Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2019
Total de visitas: 4.744.542 (Desde 06/2010)