Histórico

A história da Auditar - União dos Auditores Federais de Controle Externo começou a ser construída em 1982 com o início da abertura política comandada pelo então presidente da República João Batista Figueiredo. A abertura permitiu que as reivindicações das diversas classes trabalhistas viessem finalmente a público e os auditores puderam então, concretizar o sonho de criar uma entidade apta a representá-los e a defender seus interesses junto ao Governo e à sociedade em geral.

 

Fundada em 30 de setembro de 1987, com a aprovação do Estatuto Social e do Código de Ética, a entidade, então denominada Unitec - União Nacional dos Técnicos de Controle Externo, focou suas principais metas no aperfeiçoamento e valorização dos profissionais do controle externo, além da manutenção de um relacionamento de alto nível com o Tribunal de Contas da União (TCU).

 

A denominação Auditar - União dos Auditores Federais de Controle Externo surgiu anos depois. A mudança, que exigiu reforma estatutária, contemplou a informalidade com que os analistas de finanças são na realidade maciçamente chamados pelos trabalhos que desenvolvem: auditores.

 

Ao longo de sua atuação, a Auditar tem uma história de relevantes conquistas. Conseguiu, por exemplo, alterar o sistema de distribuição dos processos no TCU, que passou a ser público e alternado. A Auditar também defendeu o fim dos concursos internos no Tribunal, medida acolhida e sedimentada pela Constituição Federal de 1988. A entidade destacou-se ainda, por sua participação na luta pela aprovação do plano de carreira dos servidores do TCU.

 

Entre os eventos promovidos pela Auditar destacam-se os Encontros Nacionais de Auditores do Controle Externo. Os dois últimos, realizados em 1999 e 2000 geraram vários estudos desenvolvidos por grupos de trabalho constituídos durante os eventos e que vem norteando a atuação da Auditar nos últimos anos. Para conferir os temas discutidos nos últimos encontros, escolha um dos links abaixo:

  • Encontro Nacional de 1999
  • Encontro Nacional de 2000

A atuação da Auditar é também orientada pelas teses propostas e aprovadas no Seminário O Controle Externo e suas Perspectivas, de 02/12/2003, e em votação feita na Internet entre 10/03 e 21/04/2004. Estas teses selecionadas estão dentro dos seguintes temas: "Cargos da área fim existentes nas Entidades de Controle Externo", "Entidades de Controle Externo, conformação e relação com demais entes públicos", "Entidades de Controle Externo, Transparência e Controle Social" e "Instrumentos de Controle Externo". Para saber mais sobre elas, e sobre o processo de sua votação, veja o relatório sobre a votação das propostas, o resultado da votação presencial e o resultado da votação eletrônica. Confira também o memorando da Adfis sobre as teses aprovadas no processo de votação e a resposta da Auditar a este memorando.

 

Em 15/12/2004, a Auditar solicitou a cooperação do TCU para a implantação das mesmas. Em 18/01/2005, o Presidente do TCU determinou o seu exame pela Comissão de Coordenação-Geral (CCG). A tramitação do correspondente Processo TC nº 000.445/2005-5 pode ser obtida por qualquer cidadão no site oficial de acompanhamento de processo.

 

Outra iniciativa ocorreu em 28/09/2004, quando a Auditar apresentou ao TCU denúncia contra atos administrativos da Comissão de Assuntos Econômicos CAE e da Presidência do Senado Federal, referentes à indicação e votação, praticadas com vícios inconstitucionais e regimentais, de nome de candidato a Ministro do TCU (Exmo. Sr. Senador Federal Luiz Otávio). O andamento desse Processo TC nº 013.793/2004-8 pode ser visto também no site oficial de acompanhamento de processo.

Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2021
Total de visitas: 11.093.297 (Desde 06/2010)