Notícias

TCU apresenta trabalhos à CMA

Auditores do TCU reúnem-se com novo presidente da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle - CMA, senador Otto Alencar (PSD-BA). Auditorias registram que 60% das obras de saneamento estão paralisadas ou fora do prazo.
Informativo UNIÃO | TCU
30 de abril de 2015 às 14:34

 

 

Representantes do Tribunal de Contas da União (TCU) participaram de reunião com o novo presidente da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), senador Otto Alencar (PSD-BA). A reunião contou com a participação do secretário-geral de Controle Externo, Rainério Rodrigues Leite, do diretor da 2ª Diretoria da Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura Portuária, Hídrica e Ferroviária (SeinfraHidroferrovias), Sergio Fleury, além dos servidores da Assessoria Parlamentar Cláudio Nogueira Aucélio e Eugênio Paccelli de Paula Corrêa.


O secretário-geral da Segecex apresentou trabalhos de fiscalização e controle de obras realizados pelo tribunal. Entre estas, destacou as obras de saneamento em que 60% estão paralisadas ou fora do prazo. Além disso, ele enfatizou o trabalho de colaboração do tribunal para que “recursos sejam bem utilizados, oferecendo todo o apoio de que a comissão precise”.


O senador apontou a importância de antes do início de toda obra, o seu orçamento já estar completamente aportado. Sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o parlamentar acredita que ela “não deve produzir injustiças, mas penalidades”, de forma que os julgamentos baseados na LRF levem em conta eventuais dversidades socioambientais que possam ocorrer durante a execução de obras. Segundo Aucélio, “o TCU é dividido em várias áreas, com diversas secretarias para atuar em diferentes campos” para que essas adversidades sejam levadas em conta.


A equipe do TCU reafirmou a disposição para auxiliar a comissão nas atividades que forem necessárias. A visita faz parte das ações de aproximação com o Congresso Nacional.


Saiba mais sobre o assunto "saneamento básico" em outras matérias publicadas pela AUDITAR:

 

Brasil: menos de 62% têm acesso a esgoto

 

Saneamento retrata o atraso do país

 

BRASIL: 122o. em saneamento básico


Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2021
Total de visitas: 11.684.217 (Desde 06/2010)