Notícias

Começam as indicações de candidatos para o Prêmio Alfredo Valladão

Auditores e demais agentes do TCU terão até 30 de setembro para indicar pessoas ou empresas que tenham se destacado no combate à corrupção
Comunicação AUDITAR
23 de agosto de 2016 às 14:06


O período para indicações de eventuais candidatos ao Prêmio Alfredo Valladão de Zelo pela Coisa Pública começou na última semana. Auditores, técnicos, auxiliares e ocupantes de cargos em comissão, além de procuradores e ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), terão até o dia 30 de setembro para sugerir até três nomes de pessoas ou empresas brasileiras que tenham se destacado em ações de combate à corrupção e zelo pela coisa pública, conduta ética e postura cidadã, por meio do site www.auditar.org.br/premioalfredovalladao.

O prêmio, que leva o nome do ministro do TCU Alfredo Valladão, foi criado em 1990 pela União dos Auditores Federais de Controle Externo (AUDITAR) e reinstituído vinte e três anos após sua última edição pelos atuais presidente e vice da associação, Paulo Martins e Regis Machado. A proposta foi abordada no 1º Congresso Internacional e 6º Nacional dos Auditores do TCU, tendo sido extremamente bem recebida pelos participantes.

“Nosso objetivo é estimular novos cidadãos e entidades a também se engajarem na luta pela criação de uma identidade nacional caracterizada pela integridade e pela intolerância com a corrupção sob todas as formas”, ressaltou Paulo Martins.

Próximos passos - De acordo com a portaria (leia na íntegra clicando aqui), o processo de seleção do vencedor será coordenado por uma comissão especial designada pelo presidente da AUDITAR, composta de três ou mais membros do quadro de servidores do TCU, associados ou não à entidade.

Após o período de indicações, que se encerra em setembro, caberá à comissão apurar os nomes e divulgar a lista resultante no site da AUDITAR, com os seis candidatos mais indicados ao prêmio. Em seguida, os auditores e demais agentes do TCU, de posse da lista sêxtupla dos candidatos, deverão votar novamente e escolher apenas um dentre os relacionados.

O grande campeão receberá uma comenda especialmente confeccionada e será convidado para a solenidade de entrega na Sede do TCU, em Brasília, que ocorrerá preferencialmente no dia 9 de dezembro, quando é comemorado o Dia Internacional de Combate à Corrupção. Caso resida fora do Distrito Federal, a AUDITAR custeará as despesas de deslocamento e hospedagem para participação na cerimônia.

Para o vice-presidente da AUDITAR, coroar as boas práticas e valores nunca foi tão importante como no momento que o país enfrenta atualmente. “Reinstituir o Prêmio Alfredo Valladão é mais uma forma de mostrar que vale a pena ser correto, íntegro, e dar o melhor de si pelo País”, defendeu Machado.



Comissão julgadora - A comissão especial que coordenará esta edição já foi designada e será composta pelos auditores Regis Machado, Salvatore Palumbo e Erivan Carvalho. Além de vice-presidente da AUDITAR, Regis é presidente da ASTCU, tendo trabalhado na Secretaria de Fiscalização de Tecnologia da Informação (Sefti) desde que ingressou no Tribunal, em 2008. Participou de auditorias em grandes bases de dados, a exemplo do Cadastro Único de Benefícios (CadÚnico) e do Seguro Desemprego.

Salvatore Palumbo, por sua vez, ingressou no TCU em 1995 e atuou no Instituto Serzedello Correa (ISC) e nas Secretarias de Planejamento, Governança e Gestão (Seplan), Fiscalização e Avaliação de Programas de Governo (Seprog) e Métodos e Suporte ao Controle Externo (Semec). Já Erivan Carvalho é servidor aposentado da Casa, tendo exercido, ao longo de sua carreira, diversas atividades, como chefe de gabinete da presidência e auxiliado em missões do Tribunal a organismos internacionais. 

Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2019
Total de visitas: 4.911.562 (Desde 06/2010)