Notícias

Frente Parlamentar pede que reforma não seja votada no Senado após eleições deste ano

Em reunião, entidades discutiram a PEC 287
Auditar
01 de março de 2018 às 15:35


A AUDITAR participou, nesta terça-feira (27), de reunião com o presidente do Senado Federal, Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), juntamente com dirigentes de entidades que fazem parte da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência, para discutir a PEC 287, que dispõe sobre a reforma da Previdência.

Convocado pelo presidente da Frente no Senado, Senador Paulo Paim (PT/RS), o encontro teve como objetivo consolidar, junto ao presidente da Casa, o fato de que a reforma não será votada até o final deste ano, mesmo após o período eleitoral.

Na ocasião, o presidente Eunício Oliveira reforçou que enquanto houver intervenção Federal na segurança pública do Rio de Janeiro, a reforma não entrará em pauta.

O presidente da AUDITAR e vice-presidente do Sindilegis, Paulo Martins, afirmou que a decisão do presidente do Senado é um reconhecimento de luta para as entidades. “Não somos contra discutir o aperfeiçoamento do sistema previdenciário, mas a PEC 287, ao invés de aprimorar a previdência como ela merece, não combate os problemas reais”.

O Senador Paulo Paim lembrou que, como ficou demonstrado na CPI da Previdência, o real problema do sistema previdenciário do País é a má gestão dos recursos. “Queremos que outros caminhos sejam tomados para que o Governo possa gerir melhor a Previdência Social. Hoje, estamos abrindo um caminho importante aqui no Senado, que é o diálogo com o presidente Eunício Oliveira, enfatizando que a Casa deve levar a sério os resultados obtidos na CPI”, afirmou.

Apuração e fotos: Sindilegis


Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Convênios
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2018
Total de visitas: 4.288.559 (Desde 06/2010)