Notícias

"A missão da Segedam é apoiar o Tribunal no cumprimento de suas competências constitucionais", afirma Secretário

Para o Secretário-Geral da Administração, Luiz Pochyly, os servidores que ali atuam, assim como os das outras áreas, estão comprometidos com a qualidade nas suas entregas para o público interno e, principalmente, para a sociedade.
Comunicação Auditar
30 de outubro de 2020 às 12:52



Uma Secretaria que desempenha um papel de extrema importância para o gerenciamento de todas as atividades administrativas típicas do Tribunal de Contas da União (TCU). Os servidores da Segedam são responsáveis por simplificar e informatizar os processos administrativos, buscando as melhores estratégias para alocar recursos nas atividades finalísticas do Tribunal.

 

Para o Secretário-Geral da Administração, Luiz Pochyly, os servidores que ali atuam, assim como os das outras áreas, estão comprometidos com a qualidade nas suas entregas para o público interno e, principalmente, para a sociedade.

 

Confira a entrevista do Segedam na íntegra:

 

- Qual a importância da sua secretaria para o bom funcionamento dos trabalhos dentro do TCU e, principalmente, para fazer boas entregas para a sociedade?

 

A missão da Segedam é apoiar o Tribunal no cumprimento de suas competências constitucionais, por meio do gerenciamento de todas as atividades administrativas típicas necessárias ao seu funcionamento.

 

Somos uma unidade de apoio. É responsabilidade da Segedam, por exemplo, fazer a gestão dos recursos humanos, orçamentários, patrimoniais para garantir o bom funcionamento do TCU. Não buscamos o protagonismo, mas sim a simplificação e a informatização dos processos administrativos, para melhor alocação dos recursos nas atividades finalísticas.

 

Coordenamos, também, as ações de transparência administrativa, por meio do Portal de Transparência do TCU, bem como aquelas que dizem respeito à sustentabilidade socioambiental.

 


- Como você define os trabalhos realizados pelos servidores da sua secretaria? Qual a importância deles para o funcionamento da máquina?

 

O Tribunal é um órgão reconhecido pela capacidade técnica de seus servidores. Somos todos servidores do TCU, com os mesmos direitos e obrigações. Eventualmente, estamos alocados na Segedam, na Segecex, na Segepres ou nos Gabinetes das Autoridades. O compromisso e as qualidades profissionais não se alteram em função da lotação. Isso que importa.

 

Mas há uma peculiaridade nesta Unidade. Temos colegas das mais diversas áreas profissionais e um grande contingente de colaboradores terceirizados apoiando as nossas atividades cotidianas.

 

- Nesse cenário de pandemia e isolamento social, o que a sua secretaria fez para manter os vínculos entre os servidores?

 

Temos feito reuniões virtuais periódicas com as equipes, para que esses vínculos não sejam perdidos.

 

Vele ressaltar que cabe à Segedam, por meio da Segep, a gestão do clima organizacional não só da própria Segedam, mas de todo o Tribunal.

 

Focados nisso, podemos destacar as seguintes ações:


- Orientação aos dirigentes sobre gestão de equipes remotas;


- implementação do Portal do Teletrabalho;


- apoio psicossocial aos servidores oferecido pela diretoria de saúde;


- disponibilização de computadores e de cadeiras para que os servidores possam exercer suas atividades de casa de modo mais adequado, entre outras.


- Como você avalia o cenário que estamos vivendo hoje? Você acredita que os servidores públicos precisam ser mais valorizados?

 

A pandemia atingiu a todos. E os servidores públicos não se omitiram. Pelo contrário, uns foram para o front, outros muitos ficaram entrincheirados para o enfrentamento dessa maldita guerra contra o vírus. Fomos obrigados a nos expor e a enfrentar o risco do desconhecido e inesperado.

 

Estamos inovando, criando novas formas para uma boa prestação de serviços públicos à sociedade. Nossa sobrevivência depende disso.

 

Acredito que nossa valorização como servidores públicos depende essencialmente de nós. Quando a sociedade enxerga valor naquilo que entregamos, ela passa a nos valorizar. Cabe a nós, servidores públicos, entregarmos serviços e produtos de qualidade e realmente úteis para a sociedade. Assim, nosso reconhecimento e valorização virão como consequência.


- Qual a mensagem que você deixa para os servidores em virtude do mês do servidor público?

 

O que gostaria de dizer aos meus colegas é que me sinto feliz de fazer parte do time da Segedam, tão qualificado e comprometido. E que devemos continuar exercendo com orgulho nossa nobre missão de servir ao cidadão, com qualidade e profissionalismo, colocando sempre o interesse público em primeiro lugar.

 

Sou associado
E-mail ou Usuário(ID):
Senha:
Fórum da AUDITAR
 
Consultoria Jurídica
Twitter   Facebook   RSS
AUDITAR © 2019
Total de visitas: 4.940.054 (Desde 06/2010)